Brazil: um dos mais perigosos países para o cidadão digital

Estes excelentes artigos e estudos, produzidos pela Kaspersky Labs e pela TrendMicro, demonstram que o ciber-crime no Brasil é algo que vem se sofisticando a cada dia, tornando mais concreta a ameaça digital à indivíduos e organizações.

 

 

 

Ferramentas de falsificação e penetração (além de ramsonwares) estão sendo distribuidas por redes abertas e por indivíduos sem nenhuma especialização ou experiência - bandidos comuns! - solidificando no país o "HaaS" (veja este link para entender mais).

 

Em 2014 o Brasil foi categorizado como o mais perigoso país em todo o mundo em relação a ataques digitais ao Sistema Financeiro. E em 2016, a situação mudou?

 

Acredito que a leitura destes documentos possam contribuir para a necessária mudança de paradigmas das empresas e Gestores brasileiros: a segurança da informação é fundamental a qualquer empresa, de qualquer porte, e precisa ser tratada como prioridade e até sob a ótica "risco à continuidade do negócio".

 

E a criptografia é peça fundamental neste processo, protegendo informações gravadas e/ou em trânsito, assim como fazem diversas destas ferramentas de ataque.

 

Beaches, Carnivals and Cybercrime: a llok inside the Brazilian Underground (by Fabio Assolini)

 

Ascending the Ranks: The Brazilian Cybercriminal Underground in 2015

 

Please reload

Destaques
Please reload

Posts Recentes

December 12, 2016